segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Poesia São Paulo

Poesia: São Paulo

São Paulo,
São Paulo Terra da garoa
São Paulo Terra de gente boa
São Paulo cidade querida
Cidade cheia de vida
Cheia de gente sofrida


São Paulo que me faz chorar
São Paulo que me faz sorrir
O mundo todo cabe aqui
Em você cidade menina
Cidade da chuva fina.

Por: Maguinilson de Oliveira

Palavra do autor

Essa poesia é uma homenagem a cidade de São Paulo que no dia 25 de janeiro completa mais um ano de vida. Eu a fiz já há alguns anos atrás para homenagear esta cidade que eu tanto amo, embora tenha seus defeitos tem também suas qualidades curto muito esta cidade e também o estado de São Paulo.

Apesar de eu ter feito ela há um bom tempo só estou a publicando  agora para o público espero que vocês tenham gostado dessa poesia e confiram as próximas postagens a próxima poesia será postada na edição de fevereiro e se chama Samba.

Visão Geral da cidade de São Paulo

São Paulo é um grande centro cultural e de entretenimento e a cidade mais rica da América do Sul. A cidade enfrenta problemas comuns a outras metrópoles: um exemplo é o excesso de automóveis que circulam em suas avenidas (média de um veículo para cada dois habitantes, sendo 6 milhões de unidades somente na capital), a terceira maior frota de táxis da América Latina e a maior frota de helicópteros do mundo. A variedade oferecida em seus restaurantes e lanchonetes é resultado, em parte, da contribuição de imigrantes de diversas partes do mundo.


Geograficamente, as regiões mais próximas do centro em São Paulo são em geral mais ricas e desenvolvidas, enquanto as regiões mais afastadas tendem a ser mais pobres e mais carentes de infraestrutura urbana e habitacional.




Devido a sua extensa área urbana, a cidade possui um caráter bastante heterogêneo, variando de regiões altamente adensadas e verticais a bairros residenciais horizontais e de baixíssima densidade. Isto faz com que muitos habitantes da cidade praticamente desconheçam regiões do município além dos seus locais de residência ou de trabalho. A cidade também apresenta uma cultura bastante heterogênea, resultado da diversidade de extratos sociais (econômicos e culturais) nela presente.

Os três principais rios que cruzam a cidade de São Paulo são o Tietê, o Pinheiros e o Tamanduateí. Tais rios foram protagonistas em momentos diversos do processo de desenvolvimento da cidade: seja em sua formação, seja no período de industrialização.

Além de ser o maior centro de produção e o maior mercado consumidor do país, São Paulo também é um grande entroncamento rodoviário, e faz a ligação Norte-Sul do Brasil. É atendida por diversas rodovias, como a Rodovia Presidente Dutra, para o Rio de Janeiro, Rodovia Ayrton Senna, para o Vale do Paraíba; Rodovia Fernão Dias, para Belo Horizonte; Rodovia dos Bandeirantes, para Campinas; Rodovia Anhangüera, para Uberaba (Minas Gerais); Rodovia Castelo Branco, para Sorocaba; Rodovia Raposo Tavares, para a divisa do Mato Grosso do Sul; Rodovia Régis Bittencourt, para Curitiba; Rodovia dos Imigrantes e Rodovia Anchieta para a Baixada Santista. É servida pelos aeroportos Campo de Marte, Congonhas, Cumbica e Viracopos em Campinas, sendo que estes dois últimos também são aeroportos internacionais e de carga.

Contemplada por grande número de universidades e institutos, é também o maior pólo de pesquisa e desenvolvimento do Brasil, responsável por 28% da produção científica nacional – segundo dados de 2005.









1º eliminatória do concurso de poesias poesia número 1 de Lelisa Gothic

Poesia: O poeta e o tempo


O poeta

Que rola,

Que chora a beira da praia

Molhando os pés

Nas ondas que arrebatam.

Tuas inspirações,

Imaginações,

Transcritas na areia,

Acentuadas com as conchas

E apagadas pelo vento...

...tempo...
Que forma tempestades

E as ondas que arrebatam

Cada vez mais fortes

Nas letras transcritas

Das memórias escritas

Nas mensagens fascistas.

As letras se vão,

As conchas se dão,

Mas as memórias perpetuam

E o poeta nunca cansa sua mão.

Pode perder o lápis,

O papel

E a razão,

Mas o tempo

Jamais apaga

O seu coração.

Lisa Stér Cöy


(parte do livro ‘Sonhos, amores e ilusões...’)

Autobiografia da autora

 
Poeta, contista, cronista e escritora profissional, com trabalhos publicados em livro e internet, usa o pseudônimo Lisa Stér Cöy. Seu: www.lisastercoy.com , lá pode-se encontrar algumas de suas poesias, contos, crônicas, telas e fotos de eventos que participou e presenciou. Autora do livro de poesias “Sonhos, amores e ilusões...”, lançado em março de 2009. Recebeu vários prêmios com suas poesias, contos e crônicas. Participou, recitando poesias e textos de sua autoria em vários eventos nos municípios de São Gonçalo, Niterói, Maricá e redondezas. Ministra oficinas de literatura, poesia e teatro em eventos e projetos. Já teve matérias dedicadas à sua carreira literária nos jornais O Fluminense e O São Gonçalo e no momento se dedica a escrever seu segundo livro de poesias e outros romances.


Lisa Stér Cöy.


www.lisastercoy.com


(21) 26035540 / 82254215


Você gostou da poesia então vá na comunidade do blog no orkut e vote nela para que ela seja a poesia do mês e vá para  a grande final!
 
O nome da comunidade no orkut do blog é:
 
Blog de crônicas e poesias

1º eliminatória do concurso de poesias poesia número 2 de Paulo Odair

Poesia: CONFORTE-ME.


   CONFORTE-ME,
   PRECISO DO SEU CONFORTO,
   MEU OLHAR, TÃO DISTANTE,
   MEU PENSAMENTO, QUASE MORTO.
 
   NÃO CHORE JUNTO COMIGO,
   DÊ-ME A PAZ QUE TRAZ CONSIGO.
   FAÇA SENTIR-ME UM HOMEM-CRIANÇA,
   NÃO DEVO PERDER A ESPERANÇA,
 
   FAÇA ISSO POR MIM,
   SINTO-ME PERDIDO
   NUM VAZIO SEM FIM.
 
   SEJA MINHA AMIGA,
   MINHA AMADA, MINHA AMANTE.
   CONFORTE-ME,
   AO MENOS POR UM INSTANTE

 
         PAULO ODAIR.


Autobiografia deste poeta


NASCIDO AOS QUINZE DIAS DO MÊS DE NOVEMBRO DE 1951.
POETA DESDE CRIANÇA. MORADOR NA CIDADE DE SUZANO-SP, MAS NASCEU NA BONITA CIDADE DE SÃO PAULO.
PARTICIPA DE VÁRIOS CONCURSOS DE POESIAS E SARÁUS ONDE QUER LHE CONVIDEM.
 QUATRO LIVROS PUBLICADOS, SENDO QUE O LIVRO INTITULADO:
 **POESIA SUA VEZ*** DE 2008, FOI APROVADO PELA SECRETARIA DE ENSINO DA CIDADE DE SUZANO, ESTANDO O MESMO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DO MUNICÍPIO. 

SEU PRÓXIMO LIVRO***CANTO PORQUE PRECISO CANTAR*** SERÁ LANÇADO AGORA NO MÊS DE DEZEMBRO 2009
TEM SUAS POESIAS PUBLICADAS NOS JORNAIS: DIÁRIO DE SANTA MARIA-RS, 
LETRAS SANTIAGUENSES-SANTA MARIA-RS , DIÁRIO DE SUZANO, JORNAL LÓGICA E OUTROS TANTOS  EM DIVERSAS CIDADES E ESTADOS DO BRASIL.
 

CONTATOS: EMAIL: PAULODAPOESIA @HOTMAIL.COM
  CELULAR: 7234.1382 E 7495.0175( DDD-O11- VIVO)


 Gostou da poesia então vote na comunidade do blog para que ela seja escolhida a melhor do mês e assim poder participar da final!

O nome da comunidade no orkut é este:

Blog de Crônicas e poesias

 


Participação Especial

No quadro Participação Especial deste mês fico muito feliz por te la aqui no blog a minha amiga Nine boa leitura!


Poesia: VIDA

OQ VC TEM FEITO POR ELA?
VIVIDO OU MORRIDO ?
QUE BOM Q VC ACORDOU E PODE RECLAMAR DA VIDA POIS TEM GENTE Q SUPLICA PARA MORRER
AS VESES VC ESTRAGA A SUA VIDA COM COISAS FUTEIS E Ñ PROCURA UMA SAIDA
RECLAMA RECLAMA DIZ Q SUA VIDA TA UMA MERDA MAS Ñ FAZ NADA PRA ELA SE TRANSFORMAR EM FLORES
DEDICA-A SÓ EM VAIDADES MAS ESQECE Q QUANDO SE ENVELHECER O ESPELHO REFLETIRA A VC
PENSSA Q E A ULTIMA BOLAXA DO PACOTE MAS NEM SE QER FOI A PRIMEIRA
PENSSA Q A VIDA E FOI FEITO SÓ PRA VC MAS NUM VE Q EXISTEM VARIAS DELAS AO SEU REDOR
A VIDA E COMO UMA MASSA DE MODELAR VC Q FAZ E REFAZ DO JEITINHO Q VC QER
AS PESSOAS ESTAO A MATANDO AOS POUCOS
SÓ POR PODER ESQECE Q EXISTE UNUMEROS DEUS SUPREMOS ACIMA DE NOIS DEPENDENDO DA CRENÇA
OQ VC TEM FEITO PRA VIDA ETERNA ?
NADA? A VIDA ETERNA DEPENDENDO DOQ VC CRE Ñ QER DISER Q VC TERA UMA VIDA EM UM PARAISO E SIM A VIDA ETERNA PRESENTE NA VIDA Q VC CONQUISTOU QUANDO VC A TINHA


♥ ninepipoca ♥

Fique Ligado

Fique Ligado
Na 1º edição do jornal Midia Ambiental a poesia Amazônia do poeta Maguinilson Oliveira foi publicada na página 9 dedicada a cultura e lazer do jornal a poesia foi publicada no dia 05 de Dezembro de 2009.

Fique Ligado
O cronista Bruno Martins mês que vem irá publicar uma crônica de sua autoria no informativo da Casa de Oração Encontro com Deus.

Fique Ligado
O jornal Mídia Ambiental convida os leitores que gostam de escrever poesias ou poemas, para participarem do espaço literário para isso o leitor precisa criar um texto relacionado ao meio ambiente e enviar para a redação do jornal Mídia Ambiental (midiaambiental@yahoo.com.br), aos cuidados da seção "Espaço Literário"

Fique Ligado
"O Blog Poesia Eternizada vem ao mundo da arte como forma de divulgação e apreciação da poesia, hoje pouco vista por muitos.



Para os poetas que quiserem participar, basta entrar em contato com Lisa Stér Cöy através do e-mail: lisa.ster.coy@hotmail.com. Será, então, cadastrado como autor no blog para publicar quando quiser. Contistas, cronistas e artistas em geral podem participar também.


Para os apreciadores da boa poesia, estará aberto a todos que quiserem ler, comentar e seguir. Sem qualquer restrição.


Estão todos convidados!"





domingo, 13 de dezembro de 2009

Participe do 1º Concurso de poesias do Blog de Crônicas e Poesias


1º Concurso de Poesias do Blog de Crônicas e Poesias
 Inscrições abertas
Faça a sua inscrição para a participação no 1º concurso de poesias do blog de crônicas e poesias os primeiros 24 inscritos participarão do concurso, por isso, não perca tempo e não fique de fora dessa envie um email para:blogdecronicasepoesias@hotmail.com com sua poesia e uma autobiografia.
Você pode consultar o regulamento aqui mesmo no blog.
Mais informações: 7170-8740 (Maguinilson)


Participe do Participação Especial


Participação Especial

Você pode participar do blog de crônicas e poesias enviando a sua poesia para o quadro "Participação Especial" .
Consulte o regulamento aqui no blog.
Envie sua poesia para o e mail do blog
O email é:blogdecronicasepoesias@hotmail.com

Mais Informações: 7170-8740 ( Maguinilson)